Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > 5º Semestre
Início do conteúdo da página

5º Semestre

Publicado: Terça, 08 de Mai de 2018, 19h55 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 19h10 | Acessos: 191

Parabéns, chegamos ao meio do curso. Com o início de um novo semestre as disciplinas que possuem pré-requisitos ficam mais profissionais e a  força de vontade e sua capacidade de aprender são mais exigidas. Tente ser aprovado em todas as disciplinas. Lembre-se que as disciplinas do 1º, 2º, 3º, 4º e 5º semestres são pré-requisitos para você fazer as disciplinas dos próximos semestres integradas nos eixos.

DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS/EIXO
Avaliação e perícias agrárias Sem Pré Requisito
Conservação do solo Ciência do Solo II 
Dendrometria Instrumentalização I
Fundamentos e Aplicação da Química e da Física da madeira Taxonomia de árvores
Legislação agrária Sem Pré Requisito
Manejo do solo  Ciência do Solo II 
Políticas e Gestão de Florestas Públicas Sem Pré Requisito
Propriedades mecânicas e estrutura de madeira  Taxonomia de árvores
Teoria do pensamento sistêmico  Instrumentalização I

 

DISCIPLINAS EIXO TEMÁTICO
Avaliação e perícias agrárias Política e Legislação Ambiental
Conservação do solo Ciência do Solo III 
Dendrometria Fundamentos da Ciência e do Método I
Fundamentos e Aplicação da Química e da Física da madeira Ciências da madeira 
Legislação agrária Política e Legislação Ambiental
Manejo do solo  Ciência do Solo III
Políticas e Gestão de Florestas Públicas Política e Legislação Ambiental
Propriedades mecânicas e estrutura de madeira  Ciências da madeira 
Teoria do pensamento sistêmico  Fundamentos da Ciência e do Método I

 

EMENTA DAS DISCIPLINAS
Avaliação e perícias agrárias
Capacitar os futuros profissionais para o trabalho de avaliação e perícias, conhecendo seus limites de atribuição, suas responsabilidades, seus direitos e deveres enquanto perito judicial ou assistente técnico. Apresentar as ações judiciais, bem como o procedimento pericial e todas as fases do trabalho, como levantamentos de dados através de vistorias internas e externas e finalmente a confecção de laudos e participação em audiência. Estimular o conhecimento e a aptidão para avaliação de imóveis rurais, através da informação sobre a metodologia e critérios de avaliação. Estudo de caso com exemplificação prática de avaliação e perícias agronômicas e ambientais.
Conservação do solo
Levantamento e mapeamento de solos. Importância da conservação do solo. Erosão do solo. Fatores que afetam a erosão. Tolerância de perda de solo. Erosividade e erodibilidade. Equação universal da perda de solo. Práticas conservacionistas: vegetativas, edáficas e mecânicas.
Dendrometria
Importância. Instrumentos de medição de diâmetro e altura. Área transversal da árvore e área basal do povoamento florestal. Forma dos fustes. Volumetria de árvores. Relascopia - Estudo do Crescimento. Análise de Tronco.
Fundamentos e Aplicação da Química e da Física da madeira

Conceito genérico de propriedade física. Principais propriedades físicas da madeira. Massa específica, densidade e densidade básica. Variações na densidade. Relações entre densidade e umidade. Métodos de determinação da densidade. Relações água-madeira. Formas de água presentes na madeira. Umidade, definição e determinação Higroscopicidade, umidade de equilíbrio e ponto de saturação das fibras. Movimentação dimensional.Propriedades elétricas da madeira. Condutividade e resistividade. Aplicações. Movimentação de fluídos na madeira. Porosidade, permeabilidade, capilaridade, difusão. Secagem de madeiras. Secagem natural. Secagem convencional. Defeitos de secagem, causa e controle. Controle de processo, de defeitos e de qualidade. Deterioração física, química e biológica da madeira. Principais agentes da degradação biológica. Classificação e teores na madeira. Componentes químicos da madeira: conceito, natureza e propriedades, classificação e importância. Lignina: conceito, natureza e propriedades, relações químicas e importância. Carboidratos da madeira - celulose e hemiceluloses. Componentes acidentais. Tratamentos preservativos de madeiras. Principais produtos e processos.

Legislação agrária
 Análise e avaliação do Estatuto da Terra, Estatuto do Trabalhador Rural. Movimento dos sem terra, ação e regulação das ONG. Legislação profissional, fundiária e ambiental. Legislação ambiental rural e urbana.
Manejo do solo 
 Sistemas de manejo do solo: convencional, mínimo e plantio direto. Degradação do solo: física, química e biológica do solo. Sucessão e rotação de culturas. Integração lavoura-pecuária. Planejamento do uso e manejo do solo: capacidade de uso da terra e aptidão agrícola das terras.
Políticas e Gestão de Florestas Públicas
 Princípios da Política Florestal. Política Florestal no Brasil. Política Nacional do Meio Ambiente; Política Florestal para a Amazônia. Grandes Projetos de Desenvolvimento na Amazônia e seus efeitos. Fundos de Investimento. Legislação Florestal. Legislação florestal relacionada ao Manejo Florestal. EIA/RIMA.
Propriedades mecânicas e estrutura de madeira 
 Propriedades mecânicas da madeira: resistência à compressão paralela, módulo de elasticidade na compressão paralela, resistência e módulo de elasticidade na compressão normal, resistência, resistência, módulo de elasticidade e rigidez à flexão estática, resistência ao cisalhamento paralelo às fibras, módulo de elasticidade transversal, dureza Janka, resistência e módulo de elasticidade à compressão/tração inclinada em relação à direção das fibras, fendilhamento longitudinal, tabelas de valores das propriedades físicas e mecânicas de madeiras brasileiras e correlações entre elas. Especificações para o cálculo de peças e estruturas de madeira: cargas permanentes (externas, peso próprio dos elementos), cargas acidentais (sobrecargas, pressão do vento, cargas móveis em pontes rodoviárias). Verificação da estabilidade das estruturas: estruturas isostáticas, vigas maciças, pórticos e estruturas reticuladas, dimensionamentos (teoria de vigas, método dos nós e processo de Hitter). Defeitos naturais da florestal. Dimensionamento de ligações: tipos de ligações, tensões na madeira e nas partes metálicas, ligações com parafusos, ligações com pregos, ligações com entalhes, tarugos ou cavilhas e ligações com adesivos.
Teoria do pensamento sistêmico 
 (vazio)

 

Orientações Acadêmicas ao Aluno

Atendimento ao Público em Geral (PROEN):

  • Descrição do Serviço: Prestar esclarecimentos quanto as consultas de processos via SIPAC; às solicitações de documentos para emissão de carteiras estudantis e para inscrição em cursos de Pós-graduação, e para pedidos de históricos parciais, e a forma de ingresso na Universidade.
  • Público: Discentes e Docentes dos cursos de graduação da UFRA, e público em geral.
  • Base legal: Regulamento de Ensino de Graduação da UFRA, Resolução 124 do CONSEPE de 12 de dezembro de 2012. Capítulo XIII.

 

Emissão de Atestados e Declarações:

  • Descrição do Serviço: Solicitação de emissão de Atestados e Declarações para as diversas finalidades.
  • Público: Alunos dos cursos de graduação da  UFRA.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preencher o requerimento especificando a atualização a ser realizada;
  2. Encaminha a secretaria para a análise e elaboração do documento;
  3. Documento é encaminhado para Assinatura da Pró-Reitora;
  4. Disponibilização para a entrega;
  5. Em caso de indeferimento, o solicitante é comunicado.
  • Prazo: 2 dias úteis.
  • Mecanismos de Comunicação:
  • - Balcão de Atendimento;
  • - E-mail: proen@ufra.edu.br

 

Aproveitamento de Estudos:

  • Base legal: Regulamento de Ensino da Universidade Federal Rural da Amazônia, Resolução n°. 243, de 11 de fevereiro de 2015 do CONSEPE.
  • Descrição do Serviço: Solicitar o reconhecimento de crédito em disciplina.
  • Público: Discentes dos cursos de graduação da UFRA.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/ ; histórico escolar da outra instituição; ementa (s) da (s) disciplina (s) cursada (s) na outra instituição que se deseja realizar o aproveitamento de estudos na UFRA.
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preenchimento do requerimento.
  2. Abertura de processo via SIPAC.
  3. Encaminhamento do processo à Comissão de Comissão de Disciplina.
  4. Encaminhamento do processo à DCA/PROEN para registro.
  5. Encaminhamento do processo ao campus de origem do aluno, quando for o caso.
  6. Encaminhamento do processo à Coordenação do Curso do aluno, quando o requerente for oriundo de campus fora de sede.
  7. Arquivamento do processo na pasta do aluno.

 

Trancamento de Disciplina:

  • Base legal: Regulamento de Ensino da Universidade Federal Rural da Amazônia, Resolução n°. 243, de 11 de fevereiro de 2015 do CONSEPE.
  • Descrição do Serviço: Solicitar o trancamento da disciplina.
  • Público: Discentes dos cursos de graduação da UFRA.
  • Requisitos Necessários à Solicitação: O discente deverá obedecer ao prazo estabelecido no Calendário Acadêmico aprovado pelo Consepe/UFRA.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/ .
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preenchimento do requerimento;
  2. Abertura de processo via SIPAC;
  3. Análise do processo de acordo com os prazos estabelecidos no Calendário Acadêmico;
  4. Registro do trancamento da disciplina, se o processo for deferido;
  5. Encaminhamento do processo ao campus de origem do aluno, quando for o caso;
  6. Encaminhamento do processo à Coordenação do Curso do aluno, quando o requerente for oriundo de campus fora de sede;
  7. Arquivamento do processo na pasta do aluno.

 

Trancamento de Curso:

  • Base legal: Regulamento de Ensino da Universidade Federal Rural da Amazônia, Resolução n°. 243, de 11 de fevereiro de 2015 do CONSEPE.
  • Descrição do Serviço: Solicitar o trancamento no curso de graduação.
  • Público: Discentes dos cursos de graduação da UFRA com vínculo ATIVO com a UFRA.
  • Requisitos Necessários à Solicitação: O trancamento de curso poderá ser solicitado a qualquer momento. Para discentes que desejarem realizar o trancamento do curso no segundo semestre do curso, a solicitação somente será deferida caso o mesmo tenha sido aprovado em pelo menos uma disciplina no primeiro semestre da matriz curricular.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preenchimento do requerimento.
  2. Abertura de processo via SIPAC.
  3. Registro do trancamento do curso, se o processo for deferido.
  4. Encaminhamento do processo ao campus de origem do aluno, quando for o caso.
  5. Encaminhamento do processo à Coordenação do Curso do aluno, quando o requerente for oriundo de campus fora de sede.
  6. Arquivamento do processo na pasta do aluno.

 

Atualização de Dados Pessoais Discentes:

  • Descrição do Serviço: Realizar a atualização dos dados pessoais do discente.
  • Público: Discentes dos cursos de graduação da UFRA.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/ ; cópia do documento oficial a ser atualizado.
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preencher o requerimento especificando a atualização a ser realizada. 
  2. Abertura de processo via SIPAC.
  3. Registro da atualização.
  4. Encaminhamento do processo ao campus de origem do aluno, quando for o caso.
  5. Encaminhamento do processo à Coordenação do Curso do aluno, quando o requerente for oriundo de campus fora de sede.
  6. Arquivamento do processo na pasta do aluno.

 

Cancelamento de Vaga:

  • Base Legal: Lei Nº 12.089 de 11 de novembro de 2009.
  • Descrição do Serviço: Solicitar o cancelamento da vaga no curso de graduação. Esta solicitação tem caráter irrevogável e o cancelamento da vaga no curso é definitivo.
  • Público: Discentes dos cursos de graduação da UFRA.
  • Documentos Necessários: Requerimento do aluno disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/ ; Declaração de desistência de vaga disponível em http://www.proen.ufra.edu.br/.
  • Etapas para Processamento do Serviço:
  1. Preencher o requerimento especificando a atualização a ser realizada.
  2. Abertura de processo via SIPAC.
  3. Registro do cancelamento da vaga.
  4. Encaminhamento do processo ao campus de origem do aluno, quando for o caso.
  5. Encaminhamento do processo à Coordenação do Curso do aluno, quando o requerente for oriundo de campus fora de sede.
  6. Arquivamento do processo na pasta do aluno.
registrado em:
Fim do conteúdo da página